Diocese de Santo André

Qual o preço dos seus amigos?

É difícil uma pessoa ficar indiferente quando o assunto é política. Ainda mais nesse momento que o Brasil vive. Há alguns dias, um colega pediu, em uma rede social, que todos seus amigos que gostavam de um determinado partido o excluíssem do seu círculo de amizades.

É natural que cada pessoa analise a situação política a partir de um ponto de vista diferente. Mas isso justifica o rompimento de um relacionamento? O Brasil é um estado democrático. Ninguém é obrigado a dividir a mesma opinião do outro. Todos têm o direito de ter seu posicionamento diante das coisas.

Se formos analisar a questão à fundo, vemos que todos têm um ponto comum: ver um país mais justo e melhor para seus cidadãos. Porém, uns entendem que é melhor por determinado caminho, enquanto os demais veem o outro lado como melhor escolha.

E vale a pena perder uma amizade por causa disso? Por que nós, enquanto cristãos, não buscamos o diálogo e a escuta? Por que somos tão radicais e intolerantes com o que é diferente?

Lembremos que Jesus sempre foi de encontro com o que era ignorado pela sociedade, como os pobres, os doentes, as prostitutas. Jesus abraçou o pecador, mesmo rejeitando o pecado. Então por que nos afastar de alguém que pensa de modo diverso? Esse alguém é nosso irmão em Cristo!

É claro que também devemos buscar um país melhor a partir do nosso cotidiano. Será que eu nunca ocupei a vaga de um idoso ou cadeirante no estacionamento? Nunca mexi no celular enquanto dirigia ou tentei me beneficiar, furar filas, pagar menos impostos por meio de manobras?

Peçamos que Deus ilumine o Brasil diante das dificuldades políticas e econômicas. Mas façamos também a nossa parte. Que sejamos justos e honestos em nossas atitudes. E que saibamos respeitar as diferenças criando pontes entre nós, jamais muros.

Lí­gia Va­lezi da Silva

Compartilhe:

Ginásio lotado com mais de 7 mil pessoas marca celebração dos 70 anos da Diocese de Santo André

Catedral diocesana celebra sua padroeira

Padre Toninho assume nova missão na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora

Jovens Sarados comemoram 15 anos com missa presidida pelo bispo diocesano

ENCONTRO CHEGA AO FIM COM REFLEXÃO SOBRE PERSPECTIVAS PARA A AÇÃO EVANGELIZADORA DA IGREJA NO BRASIL

PARTICIPANTES DE ENCONTRO DESTACAM PROPOSTA DE SINODALIDADE NA AÇÃO PASTORAL DA IGREJA

“O COORDENADOR DE PASTORAL É UM MEDIADOR DA GRAÇA DE DEUS E PROMOVE A COOPERAÇÃO NA COMUNIDADE”, DISSE NÚNCIO APOSTÓLICO

Encontro Diocesano dos Coroinhas e Cerimoniários reúne mais de 2500 jovens e crianças

Nossa Senhora do Carmo

nomeacoes

Nomeação e provisões – 03/07/2024