Diocese de Santo André

Conheça e participe do Setor Juventude da Diocese de Santo André

Conhece o Setor Juventude da Diocese de Santo André? Quer saber como participar das atividades e fazer parte desta comunhão diocesana?

Para conversar sobre o tema, a reportagem da Diocese de Santo André realizou uma entrevista com o assessor diocesano do Setor Juventude e pároco da Paróquia Imaculada Conceição Aparecida de São Bernardo, Pe. José Aparecido de Sousa. Acompanhe:

Pe. José, quando foi criado e qual objetivo do Setor Juventude?
O Setor Juventude foi criado aproximadamente no ano de 2009. Mas o desejo de criar e participar foi bem antes disso. Tem como objetivo central lembrar aquilo que é a missão dos jovens. A missão do Setor Juventude é justamente realizar e ter um espaço de comunhão e participação para unir e articular todos os segmentos juvenis diocesanos num trabalho conjunto. Neste sentido, a missão do Setor Juventude é favorecer a integração e o diálogo, além de propor algumas diretrizes comuns para evangelização, considerando as necessidades de cada realidade diocesana para o segmento juvenil.

Qual a importância do Setor em nossa diocese?
É essa articulação, essa convocação para as orientações dos evangelhos, para mostrar isso à juventude, respeitando o protagonismo juvenil de cada um. Isso é importantíssimo. Respeitar o protagonismo dos jovens, nas atividades, nos carismas, na organização, na espiritualidade. E assim vamos criando uma juventude participativa, organizada, a partir de uma experiência com Deus. É justamente aquilo que nos propõe, a luz do documento 85 da CNBB ‘A evangelização da juventude a partir das diretrizes gerais da evangelização’. A partir disso, vamos apresentando, articulando, organizando aquilo que a juventude busca apresentar na Igreja Particular e para seus respectivos membros.
*

Quem faz parte?
Todas as expressões de evangelização juvenil que existem em nossa diocese. Por exemplo, a Pastoral da Juventude, movimentos eclesiais, novas comunidades, congregações religiosas que trabalham com a juventude, grupos de jovens paroquiais e outros segmentos eclesiais com a evangelização da juventude. Portanto, a participação dos jovens no Setor Juventude é de fundamental importância. Há um processo de envolvimento dessas diferentes formações religiosas que nos levam a fazer a experiência da fé, o acolhimento, a escuta da palavra, o discernimento vocacional, uma conversão pessoal e pastoral. Todos os jovens, expressões juvenis são convidadas a fazer parte do Setor Juventude, e você jovem é convidado a fazer parte deste grupo.
*

E quem pode participar do Setor Juventude? Qual o caminho?
Todos os jovens da nossa diocese são convidados e convidadas a participarem do Setor Juventude, fazendo assim dessa juventude, uma verdadeira expressão juvenil, onde cada um dos nossos jovens e adolescentes possam expressar a sua espiritualidade. Portanto, o Setor Juventude tem essa abertura para que cada jovem, grupo de jovem, comunidade religiosa, cada um possa manifestar a sua juventude a partir da sua espiritualidade.
Então, o Setor Juventude não é um grupo de jovens, mas é um espaço onde todos os jovens, todas as expressões de espiritualidade são partilhadas, refletidas e valorizadas. Podemos dizer que o Setor Juventude é onde os jovens encontram a sua maneira de testemunhar a vida na fé e no amor a Cristo, ou seja, expressando a sua juventude. Todos os jovens, coroinhas, cerimoniários, grupos de crisma, as comunidades de vida, congregações religiosas são convidadas a participar conosco. Trazendo a sua experiência juvenil, isso a nível regional e paroquial. Todos os jovens são muito bem-vindos.
*

Quais as principais atividades realizadas ao longo do ano?
O Setor juventude tem coordenações regionais e é formado por vários membros das dez regiões pastorais. E o objetivo dessa comissão é justamente planejar e organizar as atividades nas regiões, nas paróquias, em nossa diocese. Então, as principais atividades ao longo do ano são a Caminhada Quaresmal, que acontece todo Primeiro Domingo da Quaresma. Depois, temos a alegria celebrarmos em 2020, dez anos do Domingo de Ramos da Juventude com o Bispo. Dez anos que nós celebramos a alegria de caminharmos juntos nas ruas da nossa diocese, das nossas cidades. Temos também o DNJ – Dia Nacional da Juventude. Esse ano estamos trabalhando junto com o Ano Vocacional Diocesano, enfim, além também das formações nas bases, tanto nas regiões, quanto nas paróquias. Bom lembrar das missões diocesanas, que acontecem com a juventude e o COMIDI (Conselho Missionário Diocesano), ou seja, é uma pastoral juvenil que trabalha em conjunto com outras pastorais de nossa diocese.
*

E os desafios para fazer com que os jovens adotem uma vida de santidade e mais participativa na Igreja e na sociedade?
Sabemos que a santidade é própria de cada um. Mas nós temos que fazer uma pergunta muito importante: o que é ser santo? Ser santo não é ser perfeito, porque se fôssemos perfeitos não era preciso buscar a santidade. Portanto, a santidade é um caminho, uma busca, uma conquista a cada dia que vamos fazendo essa experiência, a luz de Cristo, à luz do evangelho.

Importante buscar a santidade constantemente em nossa vida, isso para nós adultos, mas também para toda a juventude. O caminho da santidade é construído no cotidiano de nossa vida. Os santos e santas de Deus nos ensinam essa verdade, a partir da escuta da palavra, do amor de Cristo e da doação da vida. Diante dessa busca da santidade, vão ser inseridos na vida da sociedade e essa inserção nos leva a testemunhar a nossa fé na participação dos sacramentos, na liturgia, enfim, na vida da Igreja em que todos os jovens são convidados a participar, sempre.

Compartilhe:

Homilia, Missa do Jubileu Diocesano 70 Anos da criação da Diocese de Santo André

Ginásio lotado com mais de 7 mil pessoas marca celebração dos 70 anos da Diocese de Santo André

Catedral diocesana celebra sua padroeira

Padre Toninho assume nova missão na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora

Jovens Sarados comemoram 15 anos com missa presidida pelo bispo diocesano

ENCONTRO CHEGA AO FIM COM REFLEXÃO SOBRE PERSPECTIVAS PARA A AÇÃO EVANGELIZADORA DA IGREJA NO BRASIL

PARTICIPANTES DE ENCONTRO DESTACAM PROPOSTA DE SINODALIDADE NA AÇÃO PASTORAL DA IGREJA

“O COORDENADOR DE PASTORAL É UM MEDIADOR DA GRAÇA DE DEUS E PROMOVE A COOPERAÇÃO NA COMUNIDADE”, DISSE NÚNCIO APOSTÓLICO

Encontro Diocesano dos Coroinhas e Cerimoniários reúne mais de 2500 jovens e crianças

Nossa Senhora do Carmo