Diocese de Santo André

Deus tem que ser o condutor de nossas vidas, diz Dom Pedro

Em conversa com religiosos no domingo, (19/06), na Paróquia Nossa Senhora do Guadalupe, em São Bernardo, o bispo da Diocese de Santo André, Dom Pedro Carlos Cipollini, destacou que todos os cristãos, especialmente os consagrados, precisam deixar que suas vidas sejam conduzidas por Deus. O encontro fez parte da Visita Pastoral Missionária que acontece na Região São Bernardo – Anchieta durante esta semana.

Segundo o bispo, é necessário que todo consagrado deixe que Deus o conduza. “Se a pessoa não deixa Deus dirigir sua vida, não terá consagração nenhuma, a não ser que se consagre a ela mesma ou a um deus que tem na cabeça. É Deus que vai mostrando o caminho. Eu também nunca imaginei estar como bispo, estar nesta Diocese”, explicou Dom Pedro.

O bispo ressaltou que, se não tiver esta visão, a consagração não vai adiantar e recordou quando Jesus fala sobre os verdadeiros discípulos no Sermão da Montanha. “Muitos vão falar que faziam milagres em nome de Jesus, mas Ele vai dizer: ‘saiam da minha frente’. São pessoas boas, mas que não deixaram Deus dirigir suas vidas”, frisou.

Ele também destacou a importância dos consagrados para a Igreja e pediu coragem para enfrentar todos os obstáculos. “Muitas vezes somos tentados a dizer: ‘será que tem sentido a nossa caminhada? Tem sentido sim. A dificuldade é um momento de purificação. Na caminhada do povo de Deus, toda a dificuldade tem um motivo. É Deus que nos está purificando para depois melhorar. Vamos caminhar na confiança e na alegria da vivência da consagração”, disse.

Os religiosos aprovaram o encontro com Dom Pedro. “A palavra que ele deu para nós é um ânimo para continuar. É sempre muito bom receber suas palavras que vêm pelo Espírito Santo”, disse Irmã Ana Laura, Irmãs de Maria de Banneux. “Esta missão do bispo nos anima muito, especialmente esta evangelização que também deixa o povo mais animado para continuar no caminho”, emendou a irmã Adriana Rubino, das Pias Operárias de São José.

Todos tiveram a oportunidade de contar sobre a história de suas congregações ao bispo e da atuação na Diocese de Santo André. Participaram do encontro o secretário episcopal, Pe. Guilherme Melo Sanches, o administrador paroquial local, Pe. Cleidson Pedro de Souza, e o administrador paroquial da São Judas Tadeu, Pe. Frei José Raphael Junior.

IMG_6171 IMG_6177 IMG_6180 IMG_6181 IMG_6183 IMG_6187 IMG_6190 IMG_6194 IMG_6196 IMG_6197 IMG_6201 IMG_6204 IMG_6209 IMG_6217 IMG_6218 IMG_6221 IMG_6226 IMG_6229 IMG_6233

Compartilhe:

Ginásio lotado com mais de 7 mil pessoas marca celebração dos 70 anos da Diocese de Santo André

Catedral diocesana celebra sua padroeira

Padre Toninho assume nova missão na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora

Jovens Sarados comemoram 15 anos com missa presidida pelo bispo diocesano

ENCONTRO CHEGA AO FIM COM REFLEXÃO SOBRE PERSPECTIVAS PARA A AÇÃO EVANGELIZADORA DA IGREJA NO BRASIL

PARTICIPANTES DE ENCONTRO DESTACAM PROPOSTA DE SINODALIDADE NA AÇÃO PASTORAL DA IGREJA

“O COORDENADOR DE PASTORAL É UM MEDIADOR DA GRAÇA DE DEUS E PROMOVE A COOPERAÇÃO NA COMUNIDADE”, DISSE NÚNCIO APOSTÓLICO

Encontro Diocesano dos Coroinhas e Cerimoniários reúne mais de 2500 jovens e crianças

Nossa Senhora do Carmo

nomeacoes

Nomeação e provisões – 03/07/2024