Diocese de Santo André

Diocese promove formação para membros do CAEP de todas regiões

A Diocese de Santo André iniciou a Formação para Membros do CAEP (Conselho de Assuntos Econômicos Paroquial) das paróquias das dez regiões pastorais. Os primeiros encontros aconteceram no sábado (14/03), no Auditório Dom Jorge Marcos de Oliveira do Edifício Santo André Apóstolo e contemplaram representantes de Santo André – Centro e Leste durante a manhã, e Santo André – Utinga e São Caetano do Sul, no período da tarde.

A atividade é conduzida pelo Ecônomo diocesano Pe. Alex Sandro Camilo, com o apoio do coordenador do Setor de Recursos Humanos, Pe. Camilo Gonçalves Lima, e do funcionário do departamento contábil, José Orlando Claudino. O intuito é o de alinhar ações, tirar dúvidas e formar de acordo com o Diretório dos Conselhos Pastorais e Administrativos, bem como o Estatuto que rege o Conselho.

“O objetivo é exatamente esclarecer inúmeros pontos administrativos que as paroquias já vivem, em relação aos funcionários, voluntários, mas também sobre os patrimônios, as entradas e saídas. Como estamos vivendo essa igreja sinodal e colegial pedida pelo Papa Francisco e pelo nosso bispo Dom Pedro, nós queremos com esses leigos que fazem parte do CAEP, realmente ter uma administração muito transparente e tranquila”, salienta Pe. Alex.

Mesmo diante das diferentes realidades socioeconômicas vivenciadas pelas 106 paróquias da Diocese, o Ecônomo afirma que a gestão administrativa é semelhante em todas. “Aquilo que uma Paróquia da região central deve fazer, uma Paróquia numa periferia deve fazer, também. Com a ajuda dos leigos vamos olhando cada realidade, mas na questão da prestação de contas, de transparência financeira administrativa vamos tendo a mesma linguagem, os mesmos parâmetros para que tudo isso possa ser uma cultura em nossa Diocese”, explica.
Por sua vez, Pe. Camilo destaca que, assim como os outros departamentos da Cúria Diocesana, o Departamento de Recursos Humanos contribui para apoiar, direcionar e ajudar as Paróquias em determinadas questões. “Para assim caminharmos como o próprio Sínodo Diocesano nos orienta, e juntos com o CAEP, na pessoa do Pároco/Administrador Paroquial, ter a possibilidade de observar tudo aquilo que nos é passado pelo governo, pelos órgãos públicos e também o que a Igreja nos apresenta, para que possamos caminhar de uma forma honesta, confiável e transparente a todos”, sintetiza.

Compartilhe:

Homilia, Missa do Jubileu Diocesano 70 Anos da criação da Diocese de Santo André

Ginásio lotado com mais de 7 mil pessoas marca celebração dos 70 anos da Diocese de Santo André

Catedral diocesana celebra sua padroeira

Padre Toninho assume nova missão na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora

Jovens Sarados comemoram 15 anos com missa presidida pelo bispo diocesano

ENCONTRO CHEGA AO FIM COM REFLEXÃO SOBRE PERSPECTIVAS PARA A AÇÃO EVANGELIZADORA DA IGREJA NO BRASIL

PARTICIPANTES DE ENCONTRO DESTACAM PROPOSTA DE SINODALIDADE NA AÇÃO PASTORAL DA IGREJA

“O COORDENADOR DE PASTORAL É UM MEDIADOR DA GRAÇA DE DEUS E PROMOVE A COOPERAÇÃO NA COMUNIDADE”, DISSE NÚNCIO APOSTÓLICO

Encontro Diocesano dos Coroinhas e Cerimoniários reúne mais de 2500 jovens e crianças

Nossa Senhora do Carmo