Diocese de Santo André

Inspirações do Bom Pastor para as novas e experientes vocações

A Diocese de Santo André vivencia um momento muito especial iniciado no dia 1º de dezembro de 2019. O Ano Vocacional Diocesano é uma ação realizada pela primeira vez em todas as sete cidades que compõem a Igreja Católica no Grande ABC. A proposta é despertar novas vocações para o caminho do sacerdócio, sem deixar também de exaltar os dons de cada leigo para o serviço pastoral e evangelizador em suas comunidades.

E diante deste cenário pandêmico que se instalou em todo o mundo, por meio da propagação do Covid-19, o novo coronavírus, desde aqueles que estão começando a caminhada até os mais experientes com décadas de jornada, é nítido a dedicação de corpo e alma na missão de valorizar a Palavra de Deus, dialogar com os fiéis e incentivar, porque não, o surgimento de novos vocacionados por meio das transmissões nas redes sociais.

Acolher o chamado

Como diz o tema do Ano Vocacional, essa é a inspiração de Jesus, o Bom Pastor, neste ano de 2020 que, mesmo durante o período de quarentena e sem prosseguir com a peregrinação dos ícones, continua mobilizando os discípulos de Cristo, de boa parte das 106 paróquias, que os ensinamentos quando vem do coração angariam novas ovelhas para o rebanho e resgatam aquelas que estavam perdidas. O distanciamento social não é problema para o Pe. José Ailton Teixeira, que diariamente se empenha para concelebrar ao lado dos padres Cláudio Tafarelo e André Rodrigues da Silva, a Santa Missa, às 19h, na Igreja Matriz – Paróquia Imaculada Conceição, em Mauá. Com 73 anos de idade, dos quais 43 como sacerdote, ele não poupa esforços para levar a Palavra de Deus, mesmo que sem a presença de público. Sempre solícito e carinhoso com os fiéis, o assessor diocesano da Legião de Maria e da Liga Católica demonstra um grande zelo pela Eucaristia e conquista os corações dos fiéis.

Próximos de Deus

E a juventude também está comprometida em sempre renovar o compromisso com Deus e seu povo. Cinco décadas mais jovem do que o Pe. Ailton, no caso do seminarista do 1º ano de Teologia, Gustavo Laureano, 23 anos, que também atua como assessor na Pascom Diocesana, a reza do Terço da Misericórdia, de segunda a sexta, às 15h, reforça essa aproximação entre os missionários da Boa Nova e as famílias. A transmissão pode ser acompanhada nas redes sociais da Paróquia São Geraldo Magella, em Santo André, onde realiza estágio pastoral. Aqueles que ingressaram no Seminário Propedêutico no início deste ano também estão unidos em oração, em momentos de reflexão e canções inspiradoras transmitidos de seus perfis no facebook – Alex Jones, Breno de Oliveira, Lucas Souza, Lucas Chagas, Elton Vidotti, Rafael Lourenço, Rogério Martins e Eduardo Zampar – , que buscam vivenciar a Quaresma e uma preparação ideal para a Semana Santa.

Ecos da conversão

Neste tempo litúrgico da Quaresma, o Pe. Osvy Guilarte Figuera também tem inovado na evangelização e durante as transmissões ao vivo das missas insere cantos gregorianos e algumas pessoas, mesmo que não estejam acompanhando online, já relataram que conseguem ouvir as celebrações nas ruas próximas à igreja, através dos alto-falantes externos da Paróquia Nossa Senhora das Graças, em Diadema. As missas são celebradas aos domingos, às 10h; terça, quinta e sexta, às 19h30.

Eterno aprendizado

Por fim, uma dupla de padres scalabrinianos da Basílica Menor – Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem, em São Bernardo, que juntos somam 120 anos de sacerdócio, Ervino Luiz Vivian e João Garbossa, trazem a experiência de suas vidas para as redes sociais, com apoio do pároco Pe. Alejandro Cifuentes Flores, por meio de explicações sobre o sacramento da confissão, o ato de contrição perfeita e de como realizar a comunhão espiritual dentro de casa. Ambos vivenciaram a infância, mocidade e ordenação sacerdotal numa época em que não existia internet, a facilidade e agilidade do acesso à informação, e pode parecer um grande desafio de adaptação às novas tecnologias, mas que não impede de enfrentá-lo e quebrar barreiras em prol da missão de levar ensinamentos do Evangelho e da Santa Igreja ao povo de Deus.

A vida é um eterno aprendizado para as novas e veteranas vocações. Como disse certa vez Nelson Mandela (1918-2013), presidente da África do Sul entre 1994 e 1999: “Eu nunca perco. Eu ganho ou aprendo”.

Compartilhe:

Homilia, Missa do Jubileu Diocesano 70 Anos da criação da Diocese de Santo André

Ginásio lotado com mais de 7 mil pessoas marca celebração dos 70 anos da Diocese de Santo André

Catedral diocesana celebra sua padroeira

Padre Toninho assume nova missão na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora

Jovens Sarados comemoram 15 anos com missa presidida pelo bispo diocesano

ENCONTRO CHEGA AO FIM COM REFLEXÃO SOBRE PERSPECTIVAS PARA A AÇÃO EVANGELIZADORA DA IGREJA NO BRASIL

PARTICIPANTES DE ENCONTRO DESTACAM PROPOSTA DE SINODALIDADE NA AÇÃO PASTORAL DA IGREJA

“O COORDENADOR DE PASTORAL É UM MEDIADOR DA GRAÇA DE DEUS E PROMOVE A COOPERAÇÃO NA COMUNIDADE”, DISSE NÚNCIO APOSTÓLICO

Encontro Diocesano dos Coroinhas e Cerimoniários reúne mais de 2500 jovens e crianças

Nossa Senhora do Carmo