Diocese de Santo André

Pela união e criatividade, Padre Francisco Semplicio é acolhido na Paróquia Nossa Senhora das Dores

Sem esconder a emoção do período em que inicia uma nova etapa da caminhada sacerdotal, Pe. Francisco Semplicio Pires foi agraciado com um momento único na vida de um presbítero: a união das paróquias, São José, na Vila Assis Brasil, em Mauá, onde pastoreou ao longo dos últimos seis anos (2016-2021), e Nossa Senhora das Dores, na Vila Palmares, na Região Santo André – Centro, que assumiu como administrador paroquial na noite de sábado (29/01), diante da presença de cerca de 250 pessoas, entre paroquianos locais, das comunidades São Lucas e São João Batista, e muitos fiéis da paróquia mauaense que juntos expressaram o reconhecimento ao trabalho pastoral e de evangelização do padre e rezaram uma Ave Maria desejando uma ótima missão em sua nova casa.

A posse canônica ocorreu durante a celebração eucarística presidida pelo coordenador regional da Região Pastoral Santo André – Centro, Pe. Vanderlei Nunes, sendo concelebrada pelo vigário da Catedral Nossa Senhora do Carmo, Pe. Flávio José dos Santos. Autoridades como o vice-prefeito de Santo André, Luiz Zacarias, acompanhado da esposa, Marlene Aparecida, e do filho, o vereador Lucas Zacarias, também prestigiaram a missa.

 

Criatividade e a inspiração no lema sacerdotal

Criatividade é uma das virtudes do Pe. Francisco. Padre da música, do teatro, das artes! E o próprio já fez questão de anunciar que pretende visitar 60 casas de famílias, em momentos de diálogo e oração, a fim de estreitar os laços e conhecer a realidade da paróquia que celebrará seis décadas de história no dia 28 de setembro de 2022.

Pe. Francisco relembrou o lema de sua ordenação presbiteral citando a inspiração em São Francisco de Assis: “Senhor, fazei de mim instrumento de vossa paz”, que segundo o sacerdote, traduz a atuação do Bom Pastor na figura do padre que deve acolher com amor e humildade cada pessoa, levando Cristo ao próximo e na busca de uma sociedade mais justa e fraterna.

“É um momento de muita benção, de muita alegria. Fui e estou me sentindo muito acolhido na Paróquia Nossa Senhora das Dores. Muito feliz por essa nova missão. Quero agradecer também à Paróquia São José por todo o período frutífero que vivemos juntos. Conto com as suas orações, com seu carinho, com seu apoio e com sua presença”, comenta.

 

Comunhão, participação e missão

Em sua reflexão, Pe. Vanderlei Nunes recordou o carisma da paróquia que sempre foi engajada nos trabalhos pastorais e sociais, ao citar o saudoso Pe. Rubens Chasseraux (1939-2019), disse que o Pe. Francisco é muito criativo na condução dos trabalhos pastorais e citou o tema do Sínodo dos Bispos: Por uma Igreja Sinodal: Comunhão, Participação e Missão como um norte para o êxito de uma comunidade de fé.

“O padre é profeta, sacerdote e pastor pelo sacramento da ordem no grau do presbiterado. É o tríplice múnus. Que sejam muito felizes com o Pe. Francisco. Que ele possa contar com a amizade, o carinho e a oração de vocês”, salienta.

 

Legado reconhecido e a expectativa da missão

O psicólogo Jeferson Aparecido Lopes, 23 anos, participa do Grupo de Jovens JAUAP, na Paróquia Nossa Senhora dos Dores, e acredita que a chegada do Pe. Francisco traz grande esperança. “Somos uma paróquia carente, que necessita de um carinho especial. Neste primeiro discurso, ele se mostrou um padre acolhedor, um padre que tem vontade de estar perto da gente, de cuidar da paróquia. E o nosso maior desejo é acolhê-lo da melhor forma possível para que possamos atuar juntos”, projeta.

Opinião compartilhada pela sacristã e membro do Grupo de Oração Jesus Te Ama, da Paróquia Nossa Senhora das Dores, Valéria Coutinho Mendonça Nunes, 44 anos. “Que o Pe. Francisco venha com essa disposição, abençoe nossa paróquia e traga grandes frutos, sob a direção do Nosso Senhor Jesus Cristo e com a intercessão da Virgem Maria”, complementa.

O legado deixado pelo Pe. Francisco na Paróquia São José é reconhecido pelos paroquianos de Mauá, entre eles, o casal de ministros extraordinários da comunhão, José Edimar Pereira, 70 anos, e Edivina Ribeiro Ramos Pereira, 60 anos. “Só temos a agradecer a Deus pelo trabalho do Pe. Francisco. Um homem de Deus. Um padre cheio do Espírito Santo. Muitos ensinamentos e lembranças ficarão guardados no coração. Trouxe muitos jovens para a igreja e será recebido muito bem em todo lugar”, avalia.

 

Rito de posse

A celebração teve início com a leitura da nomeação de posse do administrador paroquial realizada pelo vigário paroquial da Catedral do Carmo, Pe. Flávio José dos Santos. Após o Ato Penitencial, Primeira Leitura e Salmo, Pe. Francisco recebeu o Evangeliário para proclamar o Evangelho. Logo após a homilia ocorreu a Renovação das Promessas Sacerdotais e a entrega dos símbolos que caracterizam a missão paroquial e evidenciam o serviço do padre junto ao povo que lhe é confiado: as chaves da igreja e do sacrário, a jarra batismal e a estola roxa.

Em seguida, Pe. Vanderlei Nunes declarou oficialmente Pe. Francisco como administrador da Paróquia Nossa Senhora das Dores, sendo aclamado pelos paroquianos locais e da Paróquia São José. No final da missa, Pe. Francisco assinou a ata, que também foi assinada pelo Pe. Vanderlei e demais testemunhas.

 

Sobre o novo administrador paroquial

Padre Francisco Semplicio Pires nasceu no dia 14 de junho de 1978, na cidade de Mauá, no Grande ABC (SP). Ingressou no Seminário no ano de 2000, primeira turma do Propedêutico. Foi ordenado diácono transitório no dia 24 de maio de 2008, na Basílica Menor (Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem, em São Bernardo, e presbítero no dia 22 de novembro de 2008, na Paróquia São João Batista, Rudge Ramos, em São Bernardo do Campo.

Em sua caminhada sacerdotal, Pe. Francisco atuou nas seguintes paróquias: Paróquia Imaculada Conceição, a Igreja Matriz de Mauá; quatro anos na Paróquia Nossa Senhora das Vitórias, em Mauá; dois anos e nove meses como pároco na Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, na Região Santo André – Leste; e nos últimos seis anos (2016 a 2021) como pároco da Paróquia São José, em Mauá; no dia 29 de janeiro de 2022 assumiu como administrador paroquial da Paróquia Nossa Senhora das Dores, na Região Santo André – Centro.

Na Diocese de Santo André, Pe. Francisco foi assessor da Pascom e da Pastoral Universitária e durante vários anos colaborou na equipe de liturgia diocesana.

 

Sobre a paróquia

A Paróquia Nossa Senhora das Dores, na Região Santo André – Centro, celebrará o seu Jubileu de Diamante (60 anos de fundação) no dia 28 de setembro de 2022. A igreja fica localizada na Rua Mamede Rocha, nº 318 – Vila Palmares, em Santo André.

As missas são realizadas nos seguintes horários aos finais de semana: sábado (17h) e domingo (8h e 18h). Mais informações sobre como participar das celebrações e das atividades da paróquia, entre em contato com a secretaria paroquial: 4421-6020 (telefone).

A matriz paroquial conta com duas comunidades: São Lucas, no Bairro Sacadura Cabral, e São João Batista, na Vila Palmares.

 

Crédito das fotos: Larissa Aparecida Martins Homem (Pascom Paróquia São José – Mauá)

Compartilhe:

Homilia, Missa do Jubileu Diocesano 70 Anos da criação da Diocese de Santo André

Ginásio lotado com mais de 7 mil pessoas marca celebração dos 70 anos da Diocese de Santo André

Catedral diocesana celebra sua padroeira

Padre Toninho assume nova missão na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora

Jovens Sarados comemoram 15 anos com missa presidida pelo bispo diocesano

ENCONTRO CHEGA AO FIM COM REFLEXÃO SOBRE PERSPECTIVAS PARA A AÇÃO EVANGELIZADORA DA IGREJA NO BRASIL

PARTICIPANTES DE ENCONTRO DESTACAM PROPOSTA DE SINODALIDADE NA AÇÃO PASTORAL DA IGREJA

“O COORDENADOR DE PASTORAL É UM MEDIADOR DA GRAÇA DE DEUS E PROMOVE A COOPERAÇÃO NA COMUNIDADE”, DISSE NÚNCIO APOSTÓLICO

Encontro Diocesano dos Coroinhas e Cerimoniários reúne mais de 2500 jovens e crianças

Nossa Senhora do Carmo