Diocese de Santo André

Seminaristas da Diocese participam do XII FORMISE

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Dos dias 27 a 30 de julho deste ano, aconteceu na Diocese de Jundiaí-SP, aconteceu a XII edição nacional da Formação Missionária de Seminaristas (FORMISE), promovido pelo Coordenação Nacional dos COMISE’s (Conselhos Missionários dos Seminaristas), em parceria com as Pontifícias Obras Missionárias (POM). Neste ano, em sintonia com a caminhada missionária proposta pela Igreja no Brasil, o tema do evento foi “Ide! Da Igreja local aos confins do mundo”, tendo por lema “Corações ardentes, pés a caminho” (cf. Lc 24, 32-33), tema também proposto para este 3º Ano Vocacional Nacional.

O evento contou com a presença de mais de 150 seminaristas de todos os regionais da CNBB, bem como de diversos conferencistas, entre eles: Dom Maurício da Silva Jardim, Bispo da Diocese de Rondonópolis-Guiratinga-MT e presidente da Comissão Episcopal para a Ação Missionária e a Cooperação Intereclesial da CNBB; Dom Luiz Fernando Lisboa, CP, Bispo da Diocese de Cachoeiro do Itapemirim-ES, Arcebispo ad personam; Dom Ângelo Ademir Mezzari, Bispo-auxiliar da Arquidiocese de São Paulo-SP e presidente da Comissão para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da CNBB; Dom Vicente Costa, bispo emérito da Diocese de Jundiaí; Pe. Antônio Niemiec, CSsR., Secretário Nacional da Pontifícia União Missionária; Pe. Vagner João Pacheco de Moraes, da diocese de Osasco-SP e presidente da Organização dos Seminários e Institutos do Brasil (OSIB), Pe. Júlio Lancelotti, da Arquidiocese de São Paulo-SP, e Ir. Regina da Costa Pedro, PIME, Diretora Nacional das POM.

As conferências tratam de temas diversificados, desde a temática do 3º Ano Vocacional do Brasil até a perspectiva missionária em meio às pessoas em situação de rua, nas periferias existências da vida humana, passando pela discussão sobre a responsabilidade das Igrejas locais e dos presbíteros pela missão universal; a organização dos COMISE’s, sua história e trajetória; e a natureza, organização e responsabilidades da OSIB, entre outros. Além das conferências, o encontro foi marcado pela espiritualidade, com a celebração da Liturgia das Horas e da Eucaristia.

Na missa de encerramento do evento e envio dos seminaristas, no dia 30, presidida por Dom Arnaldo Cavalheiro Neto, bispo anfitrião do evento, ele, comentando o Evangelho proposto para o 17º Domingo do Tempo Comum, recordou que a vocação é um tesouro que deve ser bem cultivado, bem cuidado, devendo sempre desabrochar na missão, no testemunho e vivência concreta dos valores ensinados por Jesus. Também reforçou a necessidade urgente da comunhão dos seminaristas com seus formadores e seus bispos, aproveitando o tempo do seminário com verdade e autenticidade.

Representando a Diocese de Santo André, os seminaristas Gustavo Laureano Pinto e Romário da Rocha Cunha, do 4º e do 3º anos de teologia, respectivamente, participaram do encontro. 

[/vc_column_text][vc_media_grid grid_id=”vc_gid:1691415777614-a9e41cc9-c945-8″ include=”76290,76291,76292,76293,76294,76295,76296,76297,76298,76299,76300,76301″][/vc_column][/vc_row]

Compartilhe:

Ginásio lotado com mais de 7 mil pessoas marca celebração dos 70 anos da Diocese de Santo André

Catedral diocesana celebra sua padroeira

Padre Toninho assume nova missão na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora

Jovens Sarados comemoram 15 anos com missa presidida pelo bispo diocesano

ENCONTRO CHEGA AO FIM COM REFLEXÃO SOBRE PERSPECTIVAS PARA A AÇÃO EVANGELIZADORA DA IGREJA NO BRASIL

PARTICIPANTES DE ENCONTRO DESTACAM PROPOSTA DE SINODALIDADE NA AÇÃO PASTORAL DA IGREJA

“O COORDENADOR DE PASTORAL É UM MEDIADOR DA GRAÇA DE DEUS E PROMOVE A COOPERAÇÃO NA COMUNIDADE”, DISSE NÚNCIO APOSTÓLICO

Encontro Diocesano dos Coroinhas e Cerimoniários reúne mais de 2500 jovens e crianças

Nossa Senhora do Carmo

nomeacoes

Nomeação e provisões – 03/07/2024