Diocese de Santo André

Assembleia dos Coroinhas e Cerimoniários visa comunhão com o Diretório de Liturgia

Pastoral da Diocese de Santo André realizou encontro com coordenadores paroquiais e regionais das dez regiões pastorais com o objetivo de orientar e padronizar atuação das respectivas funções

Visando a unidade, em comunhão com os documentos da Igreja e, em especial, o Diretório Diocesano de Liturgia, a Pastoral dos Coroinhas e Cerimoniários realizou na manhã de sábado (29/06), a 1ª Assembleia de 2019 que reuniu 150 coordenadores de 83 paróquias, no auditório da Cúria, no Centro de Santo André.

A pedido do bispo diocesano Dom Pedro Carlos Cipollini, as orientações foram apresentadas pelo assessor diocesano Pe. Jadeilson José da Silva, acompanhado do coordenador Diego Meneguelli Dias, sobre as práticas comuns no serviço desempenhado pelos membros nas respectivas funções em suas paróquias. Esse encontro atendeu aos itinerários de formação do 8º Plano Diocesano de Pastoral.

Após a oração inicial, Pe. Jadeilson destacou os principais pontos elucidados aos coordenadores dos coroinhas e cerimoniários. Segundo o sacerdote, o objetivo é fazer com que todos sigam uma padronização para evitar discrepâncias entre uma paróquia e outra.

“O serviço ao altar, que é propriamente de cada um deles, a postura diante da celebração, ter uma veste padrão e semelhante um ao outro. E também a organização desde a sacristia. É muito importante essa preparação em manter a mesma padronização de oração e de contemplação”, salienta.

*

Informações relevantes

Depois da avaliação da caminhada, por meio do preenchimento de um questionário, e a oração de encerramento os coordenadores que participaram da assembleia avaliaram que as recomendações são necessárias para que a todas as paróquias adotem o mesmo rito, em conformidade com as orientações da Igreja.

“A questão das vestes já está praticamente adequada. Acredito que é mais a questão da cruz, como o padre disse. No mais, as orientações contribuem para evitar erros e não tomar função do sacerdote. Enfim, a padronização é muito importante para todas as paróquias”, ressalta a coordenadora dos cerimoniários da Paróquia São Felipe Apóstolo (Mauá), a estudante Bruna Caroline, 19 anos.

“Com relação a liturgia, nossa paróquia sempre foi muito fiel. Segue as instruções do missal, a instrução proposta pelo bispo no diretório. Com relação a roupa, teremos que fazer algumas adaptações. Mas a nossa paróquia não tem muitos recursos. Porém, seguiremos todas as orientações do bispo”, promete o coordenador dos cerimoniários na Paróquia Nossa Senhora do Rosário (Santo André) e estudante de teologia, Lucas Costa, 20 anos.

“A nível geral, as informações da genuflexão (ajoelharem diante do altar), e da vênia (inclinação profunda, ao chegarem no altar) foram esclarecidas. Confundia um pouco. No mais, estamos dentro do esperado”, confirma a coordenadora dos coroinhas e assistente de recursos humanos, Jéssica Carvalho, 28 anos, também paroquiana da igreja localizada na Vila Luzita.

*

Atuação na Diocese

Atualmente, aproximadamente 5,3 mil coroinhas e cerimoniários (3.395 coroinhas e 1.905 cerimoniários) atuam em todas as 106 paróquias da Diocese de Santo André.

Nesta pastoral as crianças, jovens e adolescentes são convidados a doar o tempo de sua vida para testemunhar Jesus Cristo e viver em intimidade com Ele no serviço ao altar, auxiliando o padre durante, antes e após as celebrações. A exemplo de São Tarcísio, padroeiro dos coroinhas e cerimoniários, tem como missão viver a Eucaristia, viver Cristo em todos os momentos da vida.

 

Compartilhe:

Homilia, Missa do Jubileu Diocesano 70 Anos da criação da Diocese de Santo André

Ginásio lotado com mais de 7 mil pessoas marca celebração dos 70 anos da Diocese de Santo André

Catedral diocesana celebra sua padroeira

Padre Toninho assume nova missão na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora

Jovens Sarados comemoram 15 anos com missa presidida pelo bispo diocesano

ENCONTRO CHEGA AO FIM COM REFLEXÃO SOBRE PERSPECTIVAS PARA A AÇÃO EVANGELIZADORA DA IGREJA NO BRASIL

PARTICIPANTES DE ENCONTRO DESTACAM PROPOSTA DE SINODALIDADE NA AÇÃO PASTORAL DA IGREJA

“O COORDENADOR DE PASTORAL É UM MEDIADOR DA GRAÇA DE DEUS E PROMOVE A COOPERAÇÃO NA COMUNIDADE”, DISSE NÚNCIO APOSTÓLICO

Encontro Diocesano dos Coroinhas e Cerimoniários reúne mais de 2500 jovens e crianças

Nossa Senhora do Carmo