Diocese de Santo André

Maycon e Cristóvão cumprem mais uma etapa rumo ao sacerdócio

Mais um dia inesquecível na vida de dois postulantes ao sacerdócio. Maycon dos Reis Custódio, 30 anos, e Cristóvão Oliveira Silva, 36 anos, cumpriram mais uma etapa dessa caminhada religiosa e foram ordenados diáconos na tarde de sábado (07/12), na Paróquia São Pedro Apóstolo, na Vila Guarani, em Mauá.

Na Solenidade da Imaculada Conceição de Nossa Senhora presidida pelo bispo da Diocese de Santo André, Dom Pedro Carlos Cipollini, e concelebrada pelos padres religiosos de Sion, além de sacerdotes e seminaristas diocesanos que auxiliaram na ordenação diaconal, fiéis e familiares dos recém-ordenados diáconos prestigiaram esse momento.

Ano vocacional

Da Congregação dos Religiosos de Nossa Senhora de Sion, Maycon e Cristóvão destacaram a perseverança e o compromisso assumido com Deus e seu povo. Maycon aproveitou para reforçar a importância de incentivar novas vocações, ao citar o Ano Vocacional que vigorará até novembro de 2020.
“Toda vocação é um serviço. Inclusive, a Diocese de Santo André tem um ano vocacional para justamente lembrar aos fiéis, mas também aqueles que já assumiram uma vocação ou um serviço a Deus, que nossa vocação é uma resposta a Deus. Portanto, quando nós respondemos a nossa vocação, estamos seguindo o propósito daquilo que Deus tem para nós”, avalia.
Ele também realça a função do diácono transitório nessa fase pré-sacerdócio.
“Deus tem uma família que é a Igreja. O diácono tem que ser testemunha e um sinal da presença de Cristo, dentro da igreja e na sociedade”, complementa Maycon.

Conselhos para os jovens

Por outro lado, Cristóvão acredita que os jovens indecisos sobre aceitarem os chamados devem tomar a iniciativa de realizar o discernimento vocacional.
“A primeira coisa que diria para um jovem é que tenha coragem e tome a decisão de acolher o chamado do Senhor e de procurar uma congregação ou uma diocese, na qual possa desenvolver sua vocação e num dia ser ordenado diácono e futuramente presbítero”, indica. Segundo o recém-ordenado diácono, para assumir essa missão, os jovens precisam seguir uma vida de oração.
“É preciso ter intimidade com o Senhor. Conhecer e experienciar o amor de Deus, como ele é de fato. Não apenas ter o conhecimento teórico, intelectual, mas fazer experiência real, uma vida de oração intensa e junto com Nossa Senhora, que nos leva ao coração do Senhor”, analisa Cristóvão.

Exemplo de Nossa Senhora

Dom Pedro pronunciou uma palavra de fé aos novos diáconos, ao referendar Maria, a Mãe de Deus, como o exemplo a ser seguido pelos futuros sacerdotes. “Maria, a primeira na fé. Missionária desde o primeiro momento na vida da congregação, da qual vocês fazem parte. Uma congregação nasce também por desejo de Maria, pela percepção. Que ela esteja presente em todos os momentos da vida de vocês, principalmente nos momentos mais difíceis”, salienta o bispo.

Rito da ordenação

Antes do início da homilia, Dom Pedro chamou os candidatos para subir ao altar, para realização do propósito dos eleitos. Após a reflexão, o bispo fez um breve interrogatório. Em seguida, Maycon e Cristóvão prostraram-se ao chão e acompanharam o canto da ladainha entoado pela assembleia. Concluída a ladainha, Dom Pedro fez a imposição das mãos sobre os eleitos, a prece de ordenação e os ordenados receberam a dalmática para a paramentação. O bispo entregou o livro dos evangelhos para ambos. Após a acolhida no clero, a missa prosseguiu com os recém-ordenados diáconos participando da comunhão com Dom Pedro e os demais padres no altar.

Compartilhe:

Homilia, Missa do Jubileu Diocesano 70 Anos da criação da Diocese de Santo André

Ginásio lotado com mais de 7 mil pessoas marca celebração dos 70 anos da Diocese de Santo André

Catedral diocesana celebra sua padroeira

Padre Toninho assume nova missão na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora

Jovens Sarados comemoram 15 anos com missa presidida pelo bispo diocesano

ENCONTRO CHEGA AO FIM COM REFLEXÃO SOBRE PERSPECTIVAS PARA A AÇÃO EVANGELIZADORA DA IGREJA NO BRASIL

PARTICIPANTES DE ENCONTRO DESTACAM PROPOSTA DE SINODALIDADE NA AÇÃO PASTORAL DA IGREJA

“O COORDENADOR DE PASTORAL É UM MEDIADOR DA GRAÇA DE DEUS E PROMOVE A COOPERAÇÃO NA COMUNIDADE”, DISSE NÚNCIO APOSTÓLICO

Encontro Diocesano dos Coroinhas e Cerimoniários reúne mais de 2500 jovens e crianças

Nossa Senhora do Carmo